segunda-feira, 26 de dezembro de 2011

Fernando Pessoa

"Não se acostume com o que não o faz feliz, revolte-se quando julgar necessário.
Alague seu coração de esperanças, mas não deixe que ele se afogue nelas.
Se achar que precisa voltar, volte!
Se perceber que precisa seguir, siga!
Se estiver tudo errado, comece novamente.
Se estiver tudo certo, continue.
Se sentir saudades, mate-a.
Se perder um amor, não se perca!
Se o achar, segure-o!"

sábado, 24 de dezembro de 2011

Definitivamente, minha paixão do ano...


Comprei meu primeiro esmalte sozinha na vida, aos 4 anos de idade, num Carnaval em Cambuquira, o Gabriela da Risque. Lógico, que a ida a farmácia, o esmalte vermelho nos pés foi motivo de tumulto familiar...

Este ano, entre OUTROS mimos na minha vida, descobri que pagar vários (infelizmente) realzinhos a mais nos vidrinhos de tinta mágica têm o mesmo efeito de usar um batom com label...

Nem ousei contar, muito menos fazer conta para saber de quanto foi meu investimento. Mas tenh "meu" o Versace, YSL, Givenchy... Alguns duplos C e a paixão da minha vida (atual): DIOR! Além de lembranças das viagens bacanas deste ano: esmalte paraguaio, Dior comprado MUITO barato no mesmo país, Essie que vende como Colorama no Chile, esmalte Argentino...

Nada como uns minutinhos com minha caixinha mágica de vidrinhos de tintas coloridas, para esquecer os "pobremas" da vida real.

E como a coleção de esmaltes anteriores vai para o brechó, o Dior 999 foi eleito o meu novo Gabriela.

segunda-feira, 19 de dezembro de 2011

Iguatemi The One

TRILHA SONORA

Existe um borderline pequeno entre metido a besta e chique. O Shopping Iguatemi São Paulo é o que há de mais chique em São Paulo disponível a toda a população. Sim, não possui portas de entrada e fica numa das avenidas mais movimentadas da Capital paulista a poucos metros de uma estação de Metro (que coisa mais chique).

Particularmente acho o máximo ter a C&A de um lado e a Tiffany & Co do outro. Passar pelas Americanas e chegar a Chanel. Isso para mim é São Paulo. Cachorros podem circular pelo Shopping no chão durante a semana e no colo nos finais de semana. Há até um Dog Bar!

Poderia ficar horas declarando meu amor ao lugar mais divertido da minha cidade, mas ando guardando uma correspondência que troquei com o shopping para colocar como exemplo de como um CLIENTE deve ser tratado.


Escrevi ao Concierge relatando um fato extremamente constrangedor, quando estive com uma amiga e seu filho no lounge THE ONE e nos foi oferecido um café. O mesmo veio acompanhado de um brigadeiro (de uma famosa loja de brigadeiros gourmets presente no shopping). Ao solicitarmos um para o garoto, a funcionário voltou toda constrangida dizendo que só era permitido fornecer um brigadeiro para cada cafezinho...

Surreal!

From: epicolo@iguatemi.com.br
To: danisylvestre@hotmail.com
CC: atendimentoconcierge@iguatemi.com.br; iguatemione@iguatemi.com.br
Subject: Lounge Date: Tue, 20 Sep 2011 18:01:17 +0000
Prezada Senhora Sylvestre.

Agradecemos seu e-mail pois desta forma descobrimos oportunidades para crescimento.

Com relação a sua experiencia no Lounge, infelizmente para tal ação, ficamos preso a essa limitação de somente servir 1 brigadeiro por cliente e por café, devido a negociações com a parceira. Depois dessa experiencia decidimos não mais fazer esse tipo de ação, pois percebemos que o resultado apresentado não é o que nosso padrão representa.

Peço desculpas pelo constrangimento.

Esperamos ter a oportunidade de no futuro poder desfazer essa imagem negativa que ficamos.

Estou a sua inteira disposição, me desculpando mais uma vez.

Obrigado.

Eduardo Pícolo
Supervisor de Concierge
Shopping Center Iguatemi São Paulo
( 55) 11 3048-7306
http://www.iguatemisp.com.br


From: danisylvestre@hotmail.com
To: epicolo@iguatemi.com.br
CC: atendimentoconcierge@iguatemi.com.br; iguatemione@iguatemi.com.br
Subject: RE: Lounge e Valet
Date: Tue, 20 Sep 2011 18:20:41 +0000
Eduardo, Boa tarde!

Muito obrigada pela sua resposta.

Não há a necessidade de agradecer meu e-mail, pois sei a importância do relacionamento com o cliente. Ainda mais para um serviço como este.

Realmente, a parceria não foi bem vista, uma vez que NUNCA tive qualquer má impressão do Iguatemi The One. Muito pelo contrário, sempre fui muito mimada. Justamente por isso, me dei ao trabalho de escrever.

Com seus esclarecimentos nenhuma imagem negativa do Iguatemi The One ficou. Uma pena o parceiro não aproveitar a oportunidade que teve.

Atenciosamente,
Srta. Dani Sylvestre

Construir uma imagem é tão difícil, agora para queimar o filme...

sexta-feira, 16 de dezembro de 2011

Se não sabe brincar, não desce para o play!

TRILHA SONORA

Comprei em duas lojas da FARM, no Salvador Shopping e no Shopping Iguatemi São Paulo. Ambos os shoppings de ponta em suas cidades. No primeiro sabia EXATAMENTE o que comprar. A loja estava um caos, mas entrei, procurei, peguei e fui direto ao caixa. Nem lembro se precisei de uma vendedora ao chegar ao mesmo...

Já na loja paulistana, entrei mais vezes. Nunca dei muita bola para as roupas. Para mim faltava alguma coisa para tantos Reais. E o atendimento sempre foi um parto. Ou seja, se vou me irritar, para uma coisa que custa caro e nem gosto tanto: PASSO! Próxima!

Uma vez, batendo perna com calma, acompanhada de uma amiga querida, tive paciência de fazer a vendedora (que nem pretendentes a modeletes são) encontrar no estoque as peças que gostaria de experimentar. Até porque, um dos vestidos estava com um preço ótimo e nem era liquidação.

Na hora de pagar surpresa boa: caixa bem esperta, aceitam cheque (e ainda retiram o valor da taxa de administração do cartão). ADOREI. Acho justo também, embora gere polemica, o valor para o Rio e para o resto do Brasil. Eu entendo bem a diferença tributária entre os Estados...

Estava convivendo na Santa Paz de Deus com a FARM até hoje... Ontem entrei na página deles no facebook, que me levou a página da marca. Meio confusa. Mas, loja virtual, chat on line (com horário determinado), etc... Achei o vestido (que é a foto da página no fb), anotei a referencia e fui sonhar com ele...


Hoje, entrei no chat. Era a nona na fila de espera. Continuei fazendo minhas coisas na net. Tempo depois a mensagem de que eu havia sido desconectada por ter ficado 20 minutos na espera, para eu tentar novamente depois ou mandar um e-mail APARECEU! Oi? Por que não me avisaram de que meu tempo máximo de espera era de 20min?

Ok, eu AINDA queria muito o vestido. Mandei o e-mail com a referencia, tamanho, etc... E entrei na fila novamente. Fui atendida pela Carolina. Nem um Boa tarde! Resumindo: o vestido está esgotado no site e se eu quiser que mande um e-mail para saber se ainda existe em alguma loja. Quando fui perguntar qual o tempo médio para a resposta do e-mail a surpresa: VOCÊ FOI DESCONECTADO POR INATIVIDADE. OI? Sem aviso prévio ou despedidas?

Para fechar a janela do chat há opção de responder se eu gostei ou não do atendimento. Por um momento achei que me sentiria vingada, depois de tanto maltrato. Na hora que eu cliquei em NÃO, advinha? Deu erro! Ah!

Minhas questões: se um vestido está esgotado, porque ele permanece como foto da sua página no facebook? Se você quer vender roupas com alto valor, não seria de bom tom treinar suas atendentes (físicas e virtuais)?

terça-feira, 4 de outubro de 2011

Skank no Rock in Rio

TRILHA SONORA

Tinha decidido não gastar dedinhos para escrever sobre o tema. Só que outro dia me fizeram a seguinte pergunta: "E o Skank no RIR?".

Para ser MEGA sincera não aguentava mais o RIR. Não suportava mais o Roberto "Cid Moreira" Medina vendendo o RIR 3498, quem nunca fala de musica se achando O crítico musical, quem não acompanha o trabalho de músico algum e só porque apareceu na Globo se sente no direito de opinar (criticar) todo mundo.

Como eu sempre digo, meu conhecimento técnico musical é nulo. Só sei o que é bom ou não aos meus neurônios auditivos! Mas, com o tempo, VIDA PROFISSIONAL e maturidade, aprendi a entender melhor a relação cliente/prestador de serviço entre fãs e músicos. Ok, toda a passionalidade do mundo deveria ter limite neste caso, mas não tem. Vide o caso de fãs doidos que matam seus ídolos...

Porém, se formos parar para pensar na questão comercial da coisa: qual é o emprego do Sr. Samuel Rosa? O que ele preenche na ficha de hotel? Espero que não seja modelo de comercial de TV (lembrando da propaganda da Nova Schin).

Minha opinião sobre o show Skank no RIR: medíocre. Como fã da banda, tive vergonha. Me senti escutando o MTV AO VIVO DE OURO PRETO. (Me deu umavontade de comparar com Shopping, mas vou perder a mania e fazer comparações).

Absolutamente nada de diferente.

O Samuel fez 100.000 pessoas fazerem o que ele quis? SIM! Mas, é o de sempre. A mesma coreografia, os mesmos comentários... Ah, não! Teve um novo: "vamos fazer uma homenagem a Erasmo Carlos" e começam os acordes de "É proibido fumar"... Iguais os da turnê do "Calango". Aff!

Meu estado de tédio era tão grande, que achei mais interessante assistir a novela da Globo.

Fico chateada, porque acho uma tremenda falta de consideração com o fã de verdade. Tudo bem que, num festival como RIR, duvido que alguém tenha comprado o ingresso só para ver o Skank. E a falta de consideração fica mais disparate ainda, subindo ao palco depois da apresentação do Roberto Frejat. Onde os músicos da banda estavam de terno! E onde ele se “deu ao trabalho” de mudar melodias de músicas altamente clássicas e “correu o risco” de tocar lados B.

Nossa, poderia ficar horas aqui analisando gratuitamente o trabalho da banda mineira. Mas, assim como eles são preguiçosos eu também tenho preguiça de fazer chover no molhado. Até por que eu NUNCA me dei ao trabalho de perguntar se eles têm pretensão maior do que ser uma bandinha de hits de novela (o que eles demonstraram ser no RIR).

O que é uma pena. Já que são músicos extremamente competente.

Ai, essa tal de preguiça...

sexta-feira, 30 de setembro de 2011

Ausência

TRILHA SONORA

Tem horas que parece que o Universo Real e o da Alice conspiram contra seus pertences tecnológicos! E sem tecnologia, não há produção virtual.

Primeiro foi minha câmera fotográfica. Ela cisma em precisar de um kit bateria nova + cartão de memória a cada 6 meses. E como a Alice aqui não gosta de coisas simples a bateria dela é "super fácil" de achar...

Problema mais ou menos resolvido botando em uso a "câmera" do celular. Até que, sem aviso prévio, ele resolve não mais dar sinal de vida. Tudo bem... Ainda temos o SUPER NOTE!

Ganhei um celular novo, super querido, fácil de operar, câmera, tagarelava com o NOTE. Minha vida de escritora virtual parecia super embalada. Ainda mais com 1 mes de viagem programada, muitos assuntos e lugares como tema.

Véspera da viagem, tudo pronto, estava adiantando uns trabalhos na beira da piscina, fazendo compania para uma amiga que me visitava... Eis que, não mais que de repente, meu NOTE resolve se refrescar na piscina!

Dor no coração! Mas, a vida continua.

Ainda me restava o celular, para pelo menos postar no facebook.

A viagem começou.

Primeira parada oficial: Uberlândia! Cidade do Triângulo Mineiro. Num lindo, quente e seco Domingo de sol sai para correr escutando música no meu celular. Enquanto escutava "Toxic", um bando de pequenos meliantes resolveu que o celular seria mais útil para eles do que para mim e o levaram!

Num posto de gasolina fui pedir socorro e me emprestarm um celular para chamar a polícia. Foi quando descobri que a polícia de Uberlândia não atende ligações de celular... Ao chegar ao Hotel liguei do quarto. O soldado Henrique, que me atendeu, me fez perguntas do tipo: a senhora não encontrou um orelhão no caminho para ligar? E quando eu perguntei se podia fazer o B.O. pela internet, ele quase caiu na gargalhada!

Deprimida! Totalmente desconectada com o mundo! Passei a viagem toda registrando minhas impressões no meu DIÁRIO! Super a moda antiga, mas que não falha...

Ele foi foi ficando tão divertido, que o funcionário da ADUANA do Paraguai se sentiu no direito de abrir, folear e quase puxar uma cadeira para começar a ler...

MORAL DA HISTÓRIA: quando eu quero escrever ao mundo, a minha equipe tecnológica não coopera. Quando me dou ao trabalho de ter meus segredos, o mundo se sente no direito de querer ler...

sexta-feira, 29 de julho de 2011

Vamos reciclar as roupitchas caidas?

Fazia muito tempo que eu não bancava a tintureira!

Bastou eu babar numa camiseta nova de um grife bacaninha para surtar e incorporar a tintureira!

Sabe como é uma pessoa compulsiva, não? Passei a tarde na cozinha tingindo roupas! Lógico, que aproveitei para tirar fotos das cachorras, fazer as unhas, mas no final do dia estava com uma dor nas costas!

O passo a passo está no Sobra de Geladeira.

Já que estou no tema fashion ontem fiquei chocada com minha ignorancia fashion. Eu que sempre me considerei tão antenada, não sabia que camisas xadrez eram última tendência em São Paulo. Juro que quando sai de lá, não tinha visto...

sábado, 23 de julho de 2011

domingo, 17 de julho de 2011

Mais uma!

Agora falando de algo que eu realmente tenho de me conter: Nutella!

Se um dia eu for MTO magra, ou tiver de escolher um último desejo, vai ser comer um pote inteiro SEM PESO NA CONSCIÊNCIA!

sábado, 16 de julho de 2011

Sobra de geladeira!

Isso porque eu não gosto de escrever!

Minha primeira participação autonoma!

Fechado para Reforma

De tempos em tempos é bom mudar a decoração da casa. Assim como fazer um faxinão.

Hoje, super empolgada com meu projeto de reforma do blog, acabei fazendo o faxinão sem querer.

Como diria minha terapeuta: é Freaud que explica, o subconsciente agindo! Ou seja, joguei fora os dois últimos manés da minha vida.

Nada mais de correspondência aberta, nada mais de dias contados, nada mais de sapos e pererecas, nada mais de dar grandes créditos a coisinhas pequenas, tudo se foi...

A única coisa que me deixou triste foi o texto sobre eu ser EGOISTA, mas ainda tenho fé de achar na lixeira do meu hotmail...