domingo, 13 de julho de 2008

Lamento!

Outro dia sonhei com o Vocalista da minha banda nacional predileta. Desde então, só tenho escutado a tal banda!

O que culmina em rememoramento das minhas histórias com a banda. Lógico, que só as bacanas!

Não posso negar que meu "predileto" era o fofo (tá, nem tão fofo a princípio). Num momento baixa estima e preguiça resolvi "passar o posto" para o Outro Integrante, que literalmente me comia com os olhos. Sim, só com olhos. Este fato já foi um "pobrema", hoje mto bem resolvido.

Depois de vários destratos sofridos por minha pessoa, acabei tendo "medo" do Vocalista. Evitava ao máximo, só para não tomar patadas. E sem contar que: os outros eram mais acessíveis e simpáticos, SEMPRE.

Até que em uma noite quente de Dezembro, meu conceito sobre o Vocalista mudou. Após um show fechado, festa de fim de ano do Banco Real (Via Funchal), as Sylvestres foram "raptadas" pela banda. "Jogadas" dentro de um elevador, com o Outro Integrante e o Vocalista de perna quebrada. No mesmo fomos informadas de que iríamos jantar num japones.

Ok, ter de fingir que era a coisa mais normal do mundo não foi fácil.

A MENINA TONTA aqui sentou de frente para o Outro Integrante, numa esperança de algo dar certo. Na ponta da mesa, o Vocalista. E não é que de repente tinha outra pessoa me comendo com os olhos? Me fiz de doida, não era possível... Eu sempre ali, de repente o fofo resolveu mostrar interesse? Será que eram os remédios da perna quebrada?

Pois é... Ficou fazendo perguntinhas, brincando com a aliança... E eu focada no Outro Integrante.

Voltamos para a Van e ficamos conversando na porta do Hotel. O Outro Integrante se despediu e subiu (como SEMPRE). O Vocalista se convidou para ir jantar na nossa casa. Disse que levava o vinho. Minha irmã sugeriu duas garrafas.

Antes de ir embora, me fez jurar que eu iria no último show do ano (sozinha), dando data e coordenadas: "liga para o Fulano" (aquele, que me chamou de MALA, instruido pelo Outro Integrante).

INFELIZMENTE, o tal show não aconteceu... Sim, lamento MESMO. Até pq ficar imaginando o qto minha vida teria sido diferente não vai levar a nada.

Este dia tem várias outras histórias divertidíssimas, envolvendo celebridades musicais! De vez em qdo eu registro alguma outra passagem.

Domingo passado vendo o Panico, os dois foram entrevistados na entrada do Prêmio Multishow. Um Descolado e o outro Sem Graça. A Dri comentou que ninguém acredita que o Descolado só é assim na frente das câmeras. Eu evito de comentar que meu conceito do Descolado mudou e muito naquela noite...

Um comentário:

Zonzini disse...

Se eu assim espiando não entendo essa história até hoje... imagina você!